quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Neo-Realismo Português e Realismos no Mundo

 


ÍNDICE

1. Neo-Realismo português e Realismos no mundo

Apresentação 
- José Manuel Vasconcelos

Os Neo-Realistas italianos e o Neo-Realismo português: afinidades
- José Manuel Vasconcelos  

Breves apontamentos sobre a influência francesa na obra de Fernando Namora
- Armindo Pires Nunes

"Esses livros que foram exílio": reflexão breve sobre influências estrangeiras na obra de Sidónio Muralha (1920-1082)
- José Raimundo Noras

Pablo Neruda e a poesia do Neo-Realismo português
- Manuel Simões

John dos Passos e Carlos de Oliveira : por uma nova arte do romance
- Salvato Teles de Menezes

John Steinbeck e Alves Redol : caminhos que se tocam na obra de dois escritores
-Antony Cardoso Bezerra

José Régio e Mário Dionísio : dois olhares sobre a literatura brasileira em 1939
- Elisabeth Olegário Bezerra da Silva

Ferreira de Castro : degraus de uma escadaria
- Ricardo António Alves

Influência do cinema no Neo-Realismo português
- Carlos Jorge Figueiredo Jorge

O cinema nas publicações ligadas ao Neo-Realismo : O Diabo e Sol Nascente
- António Mota Redol

As influências dos teóricos do «teatro moderno» na dramaturgia Neo-Realista
- Domingos Lobo

Referências do "teatro popular" em experiências culturais e escritos de Alves Redol
- Miguel Falcão

Ao encontro da figuração neo-realista no teatro : Arthur Miller (1915-2005) e Bernardo Santareno (1920-1080)
- Maria Helena Serôdio

Nas paredes do Palácio Nacional : o México de Diogo Rivera sob o olhat de António Rodriguez
- David Santos

Ediçoes estrangeiras nas bibliotecas de escritores Neo-Realistas
- Direcção de Cadernos Nova Síntese

O "lá fora" e o "lá de fora"na biblioteca de Mário Dionísio
- Eduarda Dionísio

Ãs edições estrangeiras nas bibliotecas de Alves Redol
- António Mota Redol

Entre as Américas e Paris
- Alexandre Pomar

Publicações apoiadas pela Associação Promotora que abordam a questão das influências estrangeiras no Neo-Realismo português

2. Capítulo Ana Cristina Silva

Ana Cristina Silva, um breve olhar sobre a obra
- Fernanda Branco

Discurso do Prémio Fernando Namora
- Ana Cristina Silva

Apresentação de As Longas Noites de Caxias
- Ana Cristina Silva

Coragem e Ignomínia em As Longas Noites de Caxias de Ana Cristina Silva
- Domingos Lobo

3. Texto apresentado em sessão organizada pela Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo

A busca da identidade na dualidade ( sobre o livro Contos e Outras Prosas de Mário Rodrigues Faria)
- Maria Manuela Lima

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Cultura Científica e Neo-Realismo



ÍNDICE

1. Cultura Científica e Neo-Realismo

Apresentação
- Augusto Fitas

A Filosofia da Ciência em Portugal: as manifestações em torno do Marxismo nas décadas de trinta e quarenta
- Augusto Fitas

Evocando Egídio Namorado - Nota Bio-Bibliográfica
-João Clímaco

"Biblioteca Cosmos"- Politica e Cultura
- Luís Andrade

O movimento de bolseiros portugueses no estrangeiro no período entre guerras  e a investigação científica em Portugal
- Augusto Fitas

Abel Salazar : A Ciência, a Arte e a Intervenção Cívica
- Manuel Valente Alves

Bento de Jesus Caraça e o seu contributo para a Matemática
- José de Almeida Serra

Joaquim Namorado  -Imaginação e Rigor - Matemática e poesia : uma relação dialógica
-Maria Fernanda Campos

Luís de Albuquerque  : História da Ciência e e intervenção cívica na revista Vértice
- Luís Miguel Carolino

A pena e o estetoscópio de Fernando Namora : dos sintomas do doente às leis da doença
- Fernando Batista

Poesia e Ciência em António Gedeão   
- Carlos Fiolhais

Os futuros cientistas e o seu  comprometimento civico : alguns episódios ilustrativos da resistência ao Estado Novo
- Augusto Fitas

Os matemáticos nos passeios do Tejo, na década de 40
- António Mota Redol

Ruy Luís Gomes
- Jorge Rezende

In memoriam Arnaldo Peres de Carvalho
- Bernardo Jerosch Herold

António Aniceto Monteiro
- Jorge Rezende

Virgílio Barroso , Matemático (1919-1963) - Ensaio Biográfico
- Alfredo Barroso

Mário Ruivo
- Maria Eduarda Gonçalves  

Um ciclo de conferências sobre a Junta de Educação Nacional e os seus prováveis efeitos  premonitórios na  aplicação do Decreto-Lei 25317
- Augusto Fitas

A aventura russa de Guido Beck:  A introdução´da Física Teórica  moderna na Universidade de Odessa entre os anos de 1935 e 1937
- António Augusto Passos Videira

Trois militants communistes des années 1930 en France: Jacques Salomon, Georges Politzer et Jacques Decour
- Martha Cecilia Bustamente 

Três militantes comunistas franceses dos anos trinta: Jacques Salomon, Georges Politzer e Jacques Decour
Martha Cecilia Bustamente

Emil Julius Gumbel (1891-1966)
- Lexúri Fernandez and Matthias Scherer

Emil Julius Gumbel (1891-1966)
- Lexúri Fernandez e Matthias Scherer

2. Actividades da Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo
Relatório de Actividades da Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo em 2018

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Neo-realismo e Infância




ÍNDICE

Nota da Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo

Apresentação
Carina Infante do Carmo e Violante F. Magalhães

A ‘INFÂNCIA’ DO NEORREALISMO PORTUGUÊS
António Pedro Pita


FIGURAÇÕES DA CRIANÇA NA LITERATURA NEO-REALISTA

A invenção de ‘menino’ em Soeiro Pereira Gomes
Giovanni Ricciardi
Infância, experiência e transformação em Fanga, de Alves Redol
Maria Graciete Besse
Histórias ‘de proveito e exemplo’ em representações da infância de Manuel da Fonseca
Ana Ribeiro
Ética e memória: A infância na obra poética de Manuel da Fonseca
Manuel G. Simões
Imagens da infância nos poetas do “Novo Cancioneiro”
Fernando J. B. Martinho
Carlos de Oliveira – O que sabem as crianças?
Paula Morão
De pequenino se torce o destino: Os meninos que choram na estrada na obra de Fernando Namora
Fernando Batista
Malta Brava, de Alexandre Cabral: Repressão, fuga, evasão
Serafina Martins
José Gomes Ferreira: A infância segundo um neo-realista
Carina Infante do Carmo
Ilse Losa – Uma escritora que veio de longe: representações interculturais na obra O Mundo Em Que Vivi
Ana Isabel Marques
Vergílio Ferreira: ‘Da infância como método’
Isabel Cristina Rodrigues
Miguel Hernández y el Neo-Realismo portugués: La infancia en la literatura del compromiso
Antónia María Mora Luna

LITERATURA NEO-REALISTA PARA A INFÂNCIA

Sidónio Muralha e as crianças de Abril
Rui Marques Veloso
A escrita de Alves Redol para crianças: ‘sementinha’ de uma educação literária
Violante F. Magalhães
Recriações visuais e gráficas da série “Maria Flor” de Alves Redol: Notas sobre a história do livro ilustrado em Portugal
Ana Margarida Ramos
Papiniano Carlos e a sua escrita para a infância no contexto do Neo-Realismo português
José António Gomes
Lembrando Manuel Ferreira e o seu O Sandinó e o Corá
Glória Bastos
As Aventuras de João Sem Medo, de José Gomes Ferreira: Do lúdico ao interventivo

Ilse Losa e o compromisso neorrealista
Ana Cristina Vasconcelos de Macedo

«Contigo, sei escutar a música mágica do mundo»: A influência neo-realista na obra para a infância de Matilde Rosa Araújo
Sara Reis da Silva

SOCIEDADE E INFÂNCIA NOS TEMPOS DO NEO-REALISMO

A imagem da criança nos discursos políticos dos primeiros tempos do Estado Novo (1934-1948)
Áurea Adão
O lúdico como afirmação e resistência de moços «que nunca foram meninos»
João Amado
Infância e Saúde Pública no Estado Novo
Óscar Ferreira
Associação Feminina Portuguesa para a Paz
Lúcia Serralheiro
Educação e desigualdades sociais em Portugal desde meados do século XX
David Tavares

(RE)APRENDER A VER – NOTAS SOBRE O CICLO

 DE CINEMA “INFÂNCIA E REALISMOS”

Pedro Florêncio

sexta-feira, 1 de junho de 2018

nº 13 - O Neo-Realismo no Teatro


ÍNDICE

1. O Neo-Realismo no Teatro
Apresentação
Miguel Falcão

1.1 Enquadramento e dramaturgia

Para o enquadramento do teatro neo-realista : Um "programa ", sucessivamente revisto, desde a Vértice 
- Miguel Falcão

A figuração do feminino no teatro de Alves Redol
- Maria Helena Serôdio

Da Academia Almadense aos palcos do Mundo : a dramaturgia de Romeu Correia
- Sebastiana Fada

Abordagem à obra dramatúrgica  de Romeu Correia
- Edite Condeixa^

Bonecos, Bonecreiros, Artistas Ambulantes e  e Heróis Irreverentes em Roberta de Romeu Correia
- Catarina Firmo

Entre Deve e Haver e A Salva de Prata : abordagem biobibliográfica e breve incursão no teatro de Sidónio Muralha (1920-1982)
- José Raimundo Noras

O Punho, Uma Terra e Duas Mães: a denúncia social de de Bernardo Santareno no pós-Revolução dos Cravos
- Fernanda Verdasca Botton

O teatro comprometido de Miguel Franco: Homens sem  medo não morrem
- Flávio Botton

Identidade cultural e as alegorias do histórico numa visão brechtiana (em torno da obra de Luís de Sttau Monteiro
- Domingos Lobo

António Joaquim da Costa Ferreira (1918-1977)
- Carmen Dolores

Texto dramático e a literatura neo-realista para crianças
- Violante F. Magalhães


      1.2. "Palcos" cativados

Teatro de Estudantes, Teatro do Povo e Educação pela Arte : a experiência coimbrã de Arquimeses da Silva Santos
- António Pedro Pitta

O Neo-Realismo no teatro de amadores
- António Gomes Marques

A Força do Povo que nasceu em Alenquer
- José Rogeiro

Nas águas do Neo-Realismo
- Deolindo Pessoa

Voltar aos neo-realistas na era do vazio
- João Santos Lopes

 Afinal o Charló era eu !
- Rodrigo Francisco

Teatro radiofónico - um género com muitos aspetos: o caso das obras neo-realistas
- Rogério Santos

1.3 Texto dramático inédito

- A Salva de Prata - Farsa em um Acto
Sidónio Muralha

2. No centenário do nascimento de
Fernando Piteira Santos (2018)

- Fernando Piteira Santos, historiador e activista
António Mota Redol 

3. Neo-Realismo e Artes Visuaiss

- Ainda sobre "A Fase Negra" (1942-1945) de Manuel Filipe
João Archer de Carvalho

4. Imprensa Regional e Neo-Realismo

- Ecos de Alenquer
Jornal de Alenquer: «a luta a favor dos outros»
José Rogeiro

5. Actividades da Associação
 Promotora do Museu do Neo-Realismo

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Nº 12 Neo-realismo no cinema



ÍNDICE

 Nota da direcção
1. Neo-Realismo no Cinema
Apresentação
Leonor Areal

O Neo-Realismo no cinema
Carlos Melo Ferreira

A imagem da imagem: a Sicília de Giovanni Verga no cinema de Luchino Visconti
Gaspare Trapani
Zavattini e a potência do “real” no cinema
Maria do Rosário Lupi Bello“Uma história italiana”: Metello de Vasco Pratolini entre cinema e literatura
Ada Milani
Un néo-réalisme français? (Ou néo-réalisme italien et «réalisme noir» du cinéma français?)
Michel Marie
Percepção e visualidade na obra de Manuel da Fonseca – A arte de escrever como se fora um filme
Domingos LoboO “trabalho de campo” na génese do argumento do filme Nazaré (1952), por Alves Redol e Manuel Guimarães
Leonor Areal
Fernando Namora – do novo Realismo ao cinema novo
Fernando BatistaErnesto de Sousa (1921-1988): «Dom Roberto, um homem de fantoches que luta para não ser um deles»
Paula Pinto
A Promessa: de peça de teatro “indigna de plateias cristãs” a obra cinematográfica “anarco-mística”
Jorge Palinhos
Ilhéu de Contenda: do romance ao filme
Glória de Brito
Selvas selvagens (Ecos do neo-realismo em São Paulo Sociedade Anônima e Selva Trágica)
Adalberto Müller
Iracema-1974, cinema, malandragem e capitalismo
Ana Paula Pacheco
Tradições populares, cultura de massas e a sombra do film noir nas metamorfoses do Neo-Realismo português
Carlos Figueiredo JorgeA prática do inquérito no cinema português actual
Jorge Leitão RamosNotas sobre cinema português e acção cultural cinematográfica no contexto do movimento neo-realista: O ABC Cine-Clube de Lisboa
António Manuel Garcia/ Manuel Neves
O Neo-Realismo italiano na actividade do Cine-Clube Universitário de Lisboa
António Mota RedolO tempo dos cineclubes em Angola
Leonel Cosme

2. No centenário do nascimento de Romeu Correia (2017)

Romeu Correia: In memoriam do Escritor de Almada

Alexandre M. Flores
Romeu Correia – Temas e pretextos deste invulgar polígrafo
Edite Condeixa
Romeu Correia – Bibliografia cronológica. Obra publicada e não publicada
Edite Condeixa

3. Texto apresentado em sessão organizada pela
 Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo
Largo da Mutamba, de Domingos Lobo
Sérgio de Sousa
4. Relatório de Actividades da Associação
 Promotora do Museu do Neo-Realismo em 2016

Normas redaccionais para a elaboração dos textos relativos à revista Nova Síntese (recomendações)

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Nº 11- Mário Dionísio - Como Uma Pedra no Silêncio (2016)


(Comunicações ao Congresso Internacional - Outubro de 2016)


ÍNDICE
- Nota da da direcção da revista
- Historial do Congresso
A. Mota Redol
- Apresentação
Paula Mendes Coelho

1. Como os outros
Passageiro clandestimo
(Mário Dionísio, uma primeira aproximação)

- Cinco incomodidades, melhor dizendo caprichos na vida e obra de Mário Dionísio (texto integral)
Eduarda Dionísio 
- Da pintura à escrita: um passeio pela crítica de arte de Mário Dionísio
Daniel-Henri Pageaux
- Coordenadas do espaço íntimo em Mário Dionísio
Catherine Dumas
- Um pintor de palavras
Nuno Júdice

Memória desconexa
(Mário Dionísio, uma segunda aproximação)

- Mário Dionísio segundo Mário Dionísio
Eunice Ribeiro
- "Aniversário" de Mário Dionísio: auto-retrato poético aos quarenta e quatro anos
Teresa Jorge Ferreira

 Ou se mudava o Homem ou não se
mudava nada (Mário Dionísio, político)

- Mário Dionísio, a ronca e o farol
João Madeira
- Mário Dionísio : algumas questões urgentes (1952-1993)
Youri Paiva

O quê ? Professor ?!...
(Mário Dionísio, professor e pedagogo)


- Mário Dionísio professor
Luís Miguel Cintra
- Mário Dionísio : como se forma um professor
Rui Canário
-Mário Dionísio : ser professor ou a educação do sentimento poético
António Carlos Cortez
, Mário Dionísio e a arte de inventar a mudança
Manuel Gusmão

II. A palavra que falta

Escrever era o meu vício (Mário Dionísio, escritor)

- Compromisso e experimentação em "Não há morte nem princípio" de Mário Dionísio
José Manuel de Vasconcelos
- Não Há Morte nem Princípio - variações para um tempo de transição
Maria Eduarda Keating

Foi o puro prazer de contar que levou a melhor
(Mário Dionísio contista)

- Dialogar com o leitor - O Dia Cinzento de  Mário Dionísio
Serge Abramovich 
- A (est)ética dos parafusos e das ondas do mar nos contos de Mário Dionísio
Bertran Romero Sala
- Pensar : Inquietação e Ética A partir de alguns contos de Mário Dionísio
Carolina Lima Vaz

A poesia não está nas olheiras imortais de Ofélia...
(Mário Dionísio poeta)

- Cenas de escrita na poesia de Mário Dionísio
Silvana Maria Pessoa de Oliveira
- Com todos os homens nas estradas do mundo
Maria do Carmo Cardoso Mendes
- Le Feu Qui Dort, um texto em chamas ou «Que farei quando tudo arde»
Sandra Teixeira
- A poesia de Mário Dionísio - uma leitura
Gastão Cruz
- A «deformação» na «invenção do concreto» como chave do Realismo no pensamento de Mário Dionísio
António Pedro Pita

III. A necessidade de ver claro

A Paleta e o Mundo (Mário Dionísio, teórico de arte)

- As minhas experiências de leitura d´A Paleta e o Mundo  de Mário Dionísio: Colectiva (Casa da Achada) e individual . Algumas figuras de palavras, de pensamento e imagens nela presentes
Ana Figueiredo
-O divórcio entre a arte e o público - Uma maratona de desocultação
David Santos
- Falar sobre A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio
Inês Dourado
- Um pensamento ardente : estética e política em Conflito e Unidade na Arte Contemporânea de Mário Dionísio
Pedro Boléo Rodrigues
- Mário Dionísio : poética pictórica, teoria da arte
Sílvia Chicó

O Homem não pode copiar, o Homem cria
(Mário Dionísio teorizador do neo-realismo)

- Mário Dionísio: a teorização estética e o Neo-Realismo
Vítor Viçoso
- As "Fichas" de Mário Dionísio na Seara Nova, Contributos para a precisão do projecto neo-realista
Manuel José Matos Nunes
-«Não se pode copiar» mesmo com um simples «dar ao botão da Kodak»
Renato Roque

IV. Nós e os outros
Encontros desencontros reencontros (Mário Dionísio e outros escritores)

- Os prefácios de Mário Dionísio : uma outra maneira de manter a conversa
Maria João Brilhante
- A Morte É Para os Outros  de Mário Dionísio e o universo de Maria Judite de Carvalho
José Manuel da Costa Esteves
Mário Dionísio, o homem que inventou José Gomes Ferreira
Carina Infante do Carmo
- A resistência da mudança e a mudança da resistência : de Mário Dionísio a António Lobo Antunes
Norberto do Vale Cardoso
- " Entre nós e as raízes": Mário Dionísio e as solicitações lorquianas
Cláudio Castro Filho

Não como um cacto isolado (Mário Dionísio pintor e os outros pintores)

"Encontros em Paris". Encontros com o mundo. Encontros co a Paleta de um novo Realismo -  Caminhos em  Mário Dionísio
Luísa Duarte Santos
- "Encontros em Paris" : as entrevistas de Mário Dionísio e de Fernando Lopes-Graça a artistas franceses (e não só) no contexto dos debates estéticos do neo-realismo no período do pós-guerra (1947-1951)
Manuel Diniz Silva

Pertenço a outro mundo, a outra raça, a outra gente
(Mário Dionísio e o Brasil)

- Diálogos luso-brasileiros por Mário Dionísio
Ida Ferreira Alves
- Mário Dionísio e a literatura brasileira de 30
João Marques Lopes

V. Painel de encerramento

- Evocação truncada de Mário Dionísio
Eduardo Lourenço

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Nº 10 - Neo-realismo e Artes Visuais



ÍNDICE


Apresentação
- David Santos

O Neo-realismo nas artes plásticas: encruzilhadas para uma caracterização - Fernando Rosa Dias
Escultura neo-realista em Portugal: alguns apontamentos e a síntese possível 
- Eduardo Duarte
Mário Dionísio e o(s) neo-realismo(s) 
- Paula Ribeiro Lobo
Na casa da pintura  - José Luís Porfírio
Rogério Ribeiro e Melpómene: a tragédia como consciência e resistência 
 - Emília Ferreira
Luís Dourdil e os caminhos do (neo)realismo
 - David Santos
Da representação social em arte ao empenhamento político-artístico: Imagens d’ O Diabo 
- Luísa Duarte Santos
Da reprodução da obra à descoberta do fragmento: que “aura” se recupera de uma pintura fragmentada? Contributos para a (re)valorização de uma pintura neo-realista - Paula Loura Batista
Portinari – Três Momentos Elza Ajzenberg Edusp – Editora da Universidade de São Paulo, 2012
- Maria de Lourdes Riobom

2. Texto anexo
Manuel Filipe: o neo-realismo e a repressão
- Arsénio Mota
3. No centenário do nascimento de Garcez da Silva (2015)


Garcez da Silva e a poesia neo-realista 
- Manuel G. Simões
Garcez da Silva, contista, viajante e cronista de arte 
- José Manuel de Vasconcelos

4. Textos apresentados em sessões organizadas pela Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo

Álvaro Guerra, às voltas com a história 
- António Mega Ferreira
“O homem dos balões”: Arsénio Mota e a literatura para crianças e jovens 
- Violante F. Magalhães
5. Relatório de Actividades da Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo em 2015